segunda-feira, 15 de abril de 2013

Como fazer uma boa hidratação?


Hidratar o cabelo, para mulheres, é algo normal e natural. Quase que lavar o cabelo para o homem, eu diria.  Mas será que essa hidratação tem surtido efeito? Tem alcançado os objetivos ou tem deixado a desejar? Será que é o produto? Vamos aprender como fazer corretamente a hidratação.
Hidratar significa basicamente, tratar com água. O melhor seria "devolver hidrato" mas o melhor entendimento em termos de cabelo é realmente o de repor água.
Antes de falar como fazer uma boa hidratação eu prefiro falar quando ela é indicada.
A hidratação é indicada tanto para cabelos virgens, secos ou ressecados, como para cabelos com química, que por óbvio ficam ressecados.
Primeiramente eu indico que você faça em casa, assim você pode economizar no salão e investir (bem) em um bom produto para usar em casa para fazer mais vezes.
Este conceito visa a ensinar as pessoas sobre o próprio cabelo, independente de época ou estado, a aprender a comprar os produtos sem ter que comer na mão de ninguém.
Mas de que adianta ter excelentes produtos se não souber como extrair a melhor performance deles? E isso vale tanto pra você que usa em casa quanto pra você amigo(a) pro
fissional que faz no seu salão.
Será que seu cliente faz hidratação só porque você fala que precisa, porque é barato, ou porque ele tem visto que após estar com você o cabelo dele(a) foi transformado?
Vamos ás etapas de uma boa hidratação:
  1. Identificação: se não for feita uma correta e integral análise do cabelo e suas particularidades para saber do que ele precisa então a escolha da máscara será feita de qualquer maneira e não se alcançará o melhor resultado. Nisto é extremamente importante que a pessoa conheça o cabelo;
  2. Lavagem: a primeira etapa manual. Aqui deve se verificar o tipo de shampoo a ser usando-se anti resíduo, ou hidratante. De posse disso a maneira correta de se lavar um cabelo para hidrata-lo é o primeiro shampoo preocupando-se com o couro cabeludo e o segundo com couro e fios. Enxágue completamente. Os fios devem "falar" que estão limpos, rangendo um no outro, o que não tem a ver com embaraçar;
  3. Enxugue: meu segredo numero 1. Questão de física "2 corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço", sendo assim onde tem água produto não irá penetrar;
  4. Aplicação: as máscaras jamais devem encostar no couro cabeludo. Deve ser feita a aplicação a 2 dedos de distância do couro cabeludo. E nada de ficar enluvando como antigamente ou colocando toucas, os produtos de hoje em dia não necessitam disso mais e se a marca indica isso então corra dela, ela tem moléculas muito grandes;
  5. Penteie: pronto, revelei meu segundo segredinho milenar. Eu nem queria, mas se eu não falar ninguém saberá e não verá diferença. Quando você penteia os fios que estão com a máscara você alinha as cúticulas além de espalhar a mascara em todos os fios exatamente por igual, dando assim uma maior complexibilidade ao procedimento e um resultado 100% eficaz;
  6. Enxágue: na água o mais frio possível. Digo possível porque tem gente que não lava: escalda.  Assim sendo se a pessoa lavar na morna já é um grande diferencial, mas saiba que a água aquecida o mínimo que seja sempre diminui proporcionalmente o efeito da hidratação.
Viu como uma coisa aparentemente simples, como a hidratação tem suas particularidades? Não raro eu escuto pessoas falarem que hidratação não funciona. Mas o que me faz ferver o sangue é ouvir profissional dizer que hidratação é tudo igual ou que não faz diferença.
Se a pessoa faz uma química e está com o cabelo ressecado ou mesmo que tenha-os virgem e esteja seco, há como deixá-los no "estado de virgem sedoso" bastando para tal reabilitá-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário